voz do mar, rio, corrego, riacho ou tubulações

esses dias coincidiu de ouvir isso e ler isso:
foi o primeiro som que se fez ouvir? foi a carícia das águas. o oceano dos nossos ancestrais encontra-se reproduzido no últero aquoso de nossa mãe e está quimicamente relacionado com ele. oceano e mãe. ondas fustigadas na ressaca, arremessando as primeiras rochas, enquanto o anfíbio surge no mar. e embora ele possa, ocasionalmente, dar as costas às ondas, nunca escapará de seu encanto atávico. “o homem sábio deleita-se com a água”, diz Lao-tsé. todos os caminhos do homem levam à água. ela é o fundamento da paisagem sonora original e o som que, acima de todos os outros, nos dá o maior prazer, em suas incontáveis transformações. – Murray Schafer

agora quase dá pra entender o nome do blog.

2 opiniões sobre “voz do mar, rio, corrego, riacho ou tubulações

  1. Pô, tenho a maior curiosidade de ler esse livro. Um amigo me falou que é o melhor livro sobre música que ele já leu (e o cara é musico-etnólogo). Vou tentar pegar essa parada.

  2. Dei uma rastreada sobre esse cara. O lance do soundscape que ele fala é bem próximo do que tenho em mente ao sair por aí gravando essas coisas que ninguém dá ouvido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s